x
Busca


TERRA IMPORTA

Decidimos começar por aqui, embora muitos baby growers comecem a pensar em sementes, sonhar com luzes performáticas e planejar que série assistir fumando seus primeiros buds, a terra , o solo, os nutrientes soam como uma boa base porque se dos filhos deste solo és mãe gentil, alimentarás teus filhos com nutrientes mil. (Tá na bíblia, ou no hino, não tenho certeza)

 

É claro que cada planta tem suas exigências pessoais, já nos acostumamos com isso, e a preferência de cada cultivadora também, por isso acho importante entendermos os conceitos principais e podermos tomar nossas próprias decisões, bora consultar nossa amiga da amiga da prima?

 

 

Por que o solo é importante?

 

Não é necessário que a gente relembre todas as aulas de biologia, mas certamente ficou gravado na cabeça que as raízes são essenciais pras plantas, é através delas que as bixinhas se fixam no solo, uma base forte para crescer e é por meio das raízes que as plantas recebem seus nutrientes, que são tipo as vitaminas que a gente precisa e vive vendo nos comerciais de Centrum. E é por isso que a terra é um importante ponto para começar, ali tem a receita mágica dos buds infinitos.

 

Características do solo

 

Não precisamos ser altamente especialistas a princípio, então uma forma boa de começar a entender uma boa terra é pensar em características simples de identificar.

 

 

- Textura

 

A maconha é o que? Uma fofa! Então a terra que ela gosta é um solo menos compactado, mais soltinho. As raízes da ganja são bem finas e pra que elas possam captar a água e os nutrientes, esse solo precisa ser mais aerado, e uma dica é usar fibra de coco, perlita ou vermiculita que podem ajudar com o preparo do solo.

 

- Retenção de Água

 

A cannabis precisa de um equilíbrio de oxigênio e água nas suas raízes, garantindo o oxigênio com o solo aerado, a retenção precisa ser boa, de modo que não forme uma poça no topo por muito tempo e não demore muito a secar na base. Ideal um solo que retém água sem virar lama, afinal da lama só flor de lótus mesmo.

 

- Drenagem da Água

 

Aqui a gente percebe que uma coisa se conecta a outra. As raízes da maconha são aquele tipo de gente que gosta do clima médio, nem frio nem calor. Essas raízes querem retenção de água mas tem que drenar bem também, sabe o famoso fluxo? Pois é aqui que a gente entende essa relação. Receber água é necessário, mas se essa água fica parada no vaso as raízes podem adoecer, apodrecer ou gerar uma colheita do mal.

 

- PH

 

Até aqui as características eram visíveis a olho nu, mas como diabos vou identificar o pH do solo?Não vai, mas trago dicas que já vão solucionar essa brisa nada filosófica. O pH mostra se um solo está mais ácido, ou seu oposto, mais alcalino, e isso é importante pois a danada da maconha apenas se desenvolve num pH entre 5,8 e 6,3, considerado um pH ácido, coisa que os solos brasileiros já são naturalmente em maioria. Mas a saída ideal para acertar no pH é trabalhar com terras vegetais para cultivo e preparar sua terra fértil e balanceada.

 

- Nutrientes

 

Por último mas não menos importante estão os benditos nutrientes citados tantas vezes ao longo deste estudo. Preparar o solo inicial da planta é essencial, mas ao longo da vida da maconha ela precisa de nutrientes diferentes pra se desenvolver, assim como nós que começamos o cálcio quando as dores nas juntas atacam, cada idade da planta vai precisar de um cuidado diferente. E para isso existem algumas opções, uma delas usar fertilizantes específicos para cada fase, facilmente comprados em qualquer loja de acessórios para maconheiros, digo, jardineiros. Outra opção é chegar na base do natureba mesmo, usando adubo natural, húmus de minhoca e guano.

 

Melhor solo para cada fase da planta

 

- Germinação

 

Momento de gestação e nascimento da nossa cannabis querida, quando finalmente transplantada para terra é a hora de ter um solo úmido, com uma drenagem boa pras bebês crescerem rápido, não precisa ainda de bombas de nutrientes e o pH ideal fica entre 6 e 7.

 

 

- Vegetativo

 

A fase de crescimento, só quem teve as famosas dores de crescimento sabe que esse momento não é fácil para os humanos, mas para as plantas parece ser menos caótico. Agora é o momento que sua planta vai precisar de um pouco mais de água, um solo ainda tem uma boa drenagem e rico em nitrogênio e potássio e muito espaço para crescer.

 

 

- Floração

 

Agora chegou a hora da verdade, aqui chegam os tão sonhados buds e a transição do período vegetativo para floração é uma zona delicada. Basicamente nesse período as maconhas precisam de uma umidade média e um solo com quantidades moderadas de sódio, potássio e cálcio e essas quantidades serão determinadas seguindo suas receitas mas também de muita observação das suas pequeninas.

 

 

Conclusão

 

Agora com a terra fértil e preparada, você, que mora num país de cultivo legalizado claro, já pode pensar nas sementes, nosso próximo tópico. A preparação desse berçário de canábico é tão importante quanto o nome que você vai dar quando criar sua espécie, desde adquirir uma terra legal até adaptá-la em cada fase é bom ir conhecendo cada aspecto de um cultivo, é essencial a princípio pelo menos, seguir uma receita mas estudar e experimentar pode te transformar em expert da jardinagem. Nós por aqui seguimos nas suculentas apenas *wink*.

Anterior     Próximo

Manda um salve!

E já aproveita pra se cadastrar na nossa newsletter.

Nome

E-mail

Salve

Quero entrar na lista VIP do Canal UMDOIS.

      Enviar